ÁTTILA, REI DOS HUNOS
Geraldo de Azevedo 

Uma imensa e terrivel nuvem assombrou os horizontes e se abateu sobre o ocidente europeu, eram os Hunos. A sua frente vinha aquele de quem se dizia que, "a erva não mais nascia por onde passava o seu cavalo"

Áttila foi um dos mais violentos líderes guerreiros e temidos da antiguidade. Viveu no século V e chefiou a tribo bárbara dos hunos. Esta tribo vivia na região onde hoje se existe a Hungria.
Como Rei dos hunos, depois de assassinar o próprio irmão, comandou várias expedições militares na europa.

Comandou sua horda na invasão do Império Romano, saqueando e destruindo várias cidades romanas. Invadiu cidades romanas da região do rio Danúbio e nos Bálcãs. Atacou também, com seu exército, a região da Gália (na atual França).

Com a aliança que firmou com outros povos bárbaros, chegou a comandar uma extensa região entre o Mar Cáspio e o rio Reno.
Tentou dominar Constantinopla, porém acabou desistindo em função do grande exercito do Império Bizantino. Exigiu do papa Leão I um pagamento em tributos para não invadir e destruir cidades italianas.

Passou para a história por ser um militar muito violento e cruel. Foi apelidado de o flagelo de Deus. Quando entrava nas cidades, ordenava a destruição de casas e construções, matando crianças e violentando mulheres, com objetivo de demonstrar poder e despertar o medo nos inimigos.

E neste fatos foram baseados esta Superprodução feita com esmero e deslumbrante Tecnicolor, Dirigido por Douglas Sirk, e produzido por Albert J. Cohen, este "Attila, Rei dos Hunos" é um épico histórico que narra as façanhas do famoso guerreiro bárbaro Átila, cogominado "O Flagelo de Deus".

Inicialmente foi escolhido para interpretar Átila, o ator Chandler que o recusou achando o personagem cruel demais, sendo então escalado o ator Jack Palance ficando Jeff Chandler com o papel de Marcinius, o centurião romano que é capturado e convive com Áttila.

Ao mesmo tempo que Douglas Sirc dirigia esta superprodução na Espanha, em Roma nos estudios da Cinecitta era rodada outra produção com Anthony Quinn e Sophia Loren com qualidade inferior para ser lançada no mercado cinematográfico aproveitando a publicidade e o sucesso da superprodução americana.

Existe também uma nova versão deste filme (Também dos E.U.A.) produzida no ano de 2000 com Gerard Butler que foi lançada somente em vídeo.

VOLTAR